Inicio meu texto lhe perguntando:

Já tirou um tempo para você hoje? Já se olhou no espelho,  se valorizou e notou o quão importante você é na vida de tantas pessoas? Já pensou em seus objetivos e vem trabalhando para conquistá-los?

Venha comigo! Vamos conversar um pouquinho sobre isso…

Na correria do dia a dia, com tantas tarefas para cumprir, às vezes nos esquecemos de parar um pouco e reservar um tempinho para o nosso eu. Um tempo para cuidar da gente, fazendo aquilo que a gente gosta, mas que seja um momento só nosso.

Essa também é a oportunidade para pensarmos o quanto somos especiais, agraciadas(os) com tantas dádivas em nossa vida e o quanto tudo isso contribui com a nossa felicidade, com dias melhores, mostrando como somos fortes e capazes.

Falo isso porque quantas são as vezes que nos sentimos tristes, sem acreditar que é possível a conquista de algum sonho? Quantas vezes a gente fala: eu não consigo, isso não faz parte do meu mundo? Achando que não temos mais idade, disposição, capacidade ou até mesmo tempo para continuar.

Mas a diferença entre quem alcança o seu sonho e satisfação pessoal para quem interrompe sua caminhada por se sentir incapaz, é a persistência e a vontade de ser melhor a cada dia.

A gente não pode se acomodar e achar que o nosso melhor precisa ficar estagnado, pois sempre é possível melhorar até o que já consideramos bom. Pense comigo… E se você se doar dia após dia e fazer do seu hoje um dia melhor que ontem? É necessário parar de focar apenas nas suas fragilidades e defeitos e dar atenção para aquilo que você tem de melhor. Assim, conseguirá enxergar, dentro de si uma pessoa forte, de luz própria e com muita vontade de conquistar seus propósitos.

Lutar por aquilo que acreditamos é crucial, mesmo se for preciso mudar de rota em meio à caminhada ou até mesmo parar por um tempo, o importante é jamais esquecermos de nossos ideais. Saiba que dar passos lentos pode ser necessário e até estratégico em alguns momentos.

Há alguns anos, conheci uma pessoa de um coração lindo, ela me dizia para manter a mente focada naquilo que eu acreditava e que o tempo para alcançar meus objetivos dependia exclusivamente de mim, pois muitas decisões que eu viesse a tomar durante meu percurso poderia adiantar ou retardar a minha conquista. E sempre nos despedíamos (essas conversas aconteciam durante o passeio com nossos cachorros) com ela dizendo: sempre atenta, menina, sempre atenta.

Hoje, estamos um pouco distantes e nossos papos não são constantes, no entanto, aquele “fique atenta” sempre me serviu de alerta para não esquecer de meu maior propósito.

Então, seja qual for o seu, se te fará bem e trará realização pessoal, não fique aí de braços cruzados, tampouco pensando no que outras pessoas poderão falar. Você é seu próprio oponente, supere tudo isso colocando mais alegria em tudo que é fundamental para o seu sucesso.

Inspire-se em pessoas que você admira, tenha por perto aqueles que querem te ver bem e realizada(o), fale aos outros apenas o necessário, compartilhe seus planos apenas com quem te ama e caminha contigo. Ame-se, valorize-se, acredite em sua capacidade e então lute com toda sua força. Supere os obstáculos, reinvente-se e lembre-se que, se for preciso, pare um pouquinho, mas sempre fique “atenta, menina”/ “atento, menino”.